Cadastre-se aqui para
receber nossas notícias:
 
 
 
Tecnologia de Ponta para Detecção de Gases
Foto: Divulgação
Texto: Thiago Moreno Gomes    

 

Dos mais simples aos mais complexos Sistemas Instrumentados de Segurança, o universo da detecção de gases tem acompanhado as tendências tecnológicas de instrumentação analítica e automação industrial, criando um novo conceito de mercado: detectores de gases fornecidos por concessão de uso.

Há anos os fabricantes de detectores de gases buscam suprir a necessidade de seus clientes desenvolvendo produtos que satisfaçam aos mais exigentes padrões construtivos e certificações de desempenho.

Atualmente, os detectores disponíveis no mercado possuem atributos técnicos equivalentes e, mesmo quando marcas diferentes são confrontadas, são encontradas similaridades entre elas.

Os detectores comercializados no Brasil em sua totalidade são importados. Fabricantes europeus e americanos disputam a liderança de vendas ao redor do mundo. Seus equipamentos dominam a oferta no mercado nacional. Distribuidores e revendedores de detectores de gases atuam em camadas da indústria identificadas pelo nível de risco que a aplicação oferece com categorias de produtos dedicados, cujos requisitos técnicos de desempenho podem ou não ser mandatórios, formatando a especificação do equipamento que atenderá a tais condições.

A detecção de gases tornou-se um grande negócio, pois a exigência em sistemas instrumentados de segurança cresce diariamente e novos nichos de mercado e clientes potenciais se formam, aumentando a demanda.

Mesmo tendo à sua disposição um mercado consolidado, que oferece diversas opções em modelos, marcas e fornecedores, os consumidores de detectores de gases há tempos compartilham uma mesma dificuldade: realizar de forma eficaz a gestão de sua frota de detectores.

 

As dificuldades em manter frotas próprias de detectores

Os problemas ligados aos detectores de gases incluem:

  • parada súbita dos sensores;
  • recarregamento de baterias, testes e calibrações que causam atrasos na disponibilidade para uso;
  • cilindros de calibração que podem esvaziar sem aviso prévio;
  • tempo de espera inconsistente ao remeter o equipamento para manutenção;
  • perdas de registros de manutenção e certificados de calibração;
  • requisições de compra não previstas para aquisição de sobressalentes e peças de reposição;
  • quantidade de aquisição superdimensionada, suprindo possíveis baixas na frota.

Decidir qual o modelo ou marca de detector comprar é uma tarefa relativamente fácil. Ser dono deles é a parte difícil, ou, pelo menos, era. A indústria de um modo geral busca constantemente o melhor aproveitamento da produtividade, cuja prioridade é aplicar recursos e capital humano ao seu negócio, minimizando as perdas e custos indesejáveis.

Os setores industriais com grande aplicabilidade de detectores de gases são:

  • produção de petróleo e gás – instalações offshore;
  • companhias de distribuição de energia;
  • refinarias;
  • petroquímicas e indústrias químicas;
  • companhias de tratamento de água e saneamento;
  • siderúrgicas;
  • mineradoras;
  • indústrias de alimentos, bebidas e frigoríficos;
  • prestadores de serviços (terceirizados presentes em empresas dos setores acima).

As despesas com a manutenção de detectores de gases não estão previstas no plano de investimento das empresas. A detecção de gases não faz parte do negócio das indústrias, mantê-la em funcionamento não deve ser papel do cliente, e sim da empresa especialista no assunto.

Os detectores de gases exercem papel fundamental na prevenção de acidentes em ambientes ocupacionais. Quando requerido, o equipamento deve estar disponível para o usuário e em condições seguras de operação. Não pode haver dúvida sobre a conformidade do equipamento, pois uma medição falsa pode causar um acidente fatal, com risco de morte e prejuízos irreparáveis.

Profissionais de SMS devem se dedicar às necessidades inerentes à sua função, ou seja, garantir que as atividades desenvolvidas no site ocorram de forma segura, aplicando as normas regulamentadoras de segurança relacionadas.

Recursos inovadores de instrumentação e automação industrial permitem que, além de economicamente mais atrativo, a detecção de gases por concessão de uso eleve ao máximo o nível de segurança e integridade das atividades realizadas em áreas de risco.

Esse sistema se baseia nas três regras fundamentais da detecção de gases:

Teste 

  • A única maneira de saber se o detector de gases está respondendo adequadamente à condição de perigo é expondo-o a uma concentração conhecida daqueles gases (mistura padrão). Isso comprova que os sensores correspondentes e alarmes estão funcionando corretamente.

Calibração 

  • Temperatura, exposição a gases, umidade e vida útil afetam os sensores.  Para manter a precisão e confiabilidade, os usuários precisam calibrar periodicamente os detectores. 

Análise dos dados 

  • Utilizar equipamentos que possuam registro de dados. A análise periódica desses dados deve ser usada para prever os problemas antes que eles ocorram.    

 

A detecção de gases como serviço

Uma estrutura simples de hardware, chamada de estação de acoplamento (Docking Station) é instalada no cliente, que necessita apenas de um ponto de rede para comunicação via internet e uma tomada convencional de energia elétrica.

Essas estações dedicadas realizam automaticamente os testes, calibrações, recarga de bateria e registros de dados dos componentes eletrônicos do equipamento. Basta acoplar o detector à estação ao final do dia ou da atividade e ela se encarregará do resto.

Todas as informações são transmitidas pela internet, pela conexão do ponto de rede. Esses dados são armazenados nas chamadas “nuvens” (Cloud Computing). Uma plataforma computacional acessa a “nuvem” e analisa os diagnósticos enviados. Cálculos probabilísticos permitem antecipar falhas em potencial na frota de equipamentos. Ao identificar uma falha em potencial, o cliente é imediatamente notificado e o detector que oferece risco de falha é substituído por outro em tempo hábil, sem comprometer a disponibilidade de uso da frota. A tomada de decisão se volta à prevenção de riscos aparentes.

Além das tecnologias de transmissão, armazenamento de dados e diagnósticos de tomadas de decisão envolvendo o sistema, há também uma equipe de profissionais que monitoram continuamente esse ciclo de informações. Os relatórios são disponibilizados com todo histórico de eventos do comportamento de sua frota. Nenhuma informação é perdida, pois tudo fica armazenado na nuvem. A frota de equipamentos é monitorada à distância pelo software de gerenciamento.

 

 

Análise de dados pode salvar vidas

 O acesso aos registros de dados relacionados a eventos de alarme permitem conhecer:

  • níveis de concentração aos quais sua equipe tem sido exposta;
  • frequência com que esses eventos ocorrem e sob quais circunstâncias;
  • áreas que necessitam de medida corretiva para minimizar a presença indesejada de gases.

A concessão de uso da frota de detectores de gases é fornecida ao cliente sob medida, de acordo com a sua demanda e o perfil de sua aplicação.

Todo o investimento na implantação do sistema é previamente definido, o cliente não se depara com custos indesejados, que estão fora de seu planejamento. A flexibilidade de negociação dos contratos oferecem períodos maiores de vigência, permitindo mais conforto na amortização do investimento.

A frota pode ser redimensionada a qualquer momento, aumentando ou reduzindo o número de detectores conforme a necessidade do cliente.

 



 
     
 
 

 

     
 
 
 
 
     
         
EMPRESA SOLUÇÕES ÁREA TÉCNICA MIDIA CONTATO
A Zell Ambiental Análise de Gases (CEM's) Suporte Técnico Zell News Fale Conosco
Nossa História Análise de Metais em Água Serviços Feiras e Eventos SAZ (Serviço de Atendimento Zell)
Código de Conduta Análise de Oxigênio Treinamentos Na Mídia Trabalhe Conosco
Missão, visão, e valores Detecção de Gases Dicas
Nossas Pessoas Medição de Particulados Cases
Prêmios e Certificações Qualidade de Água
Responsabilidade Social Radiação não Ionizante
Catálogos
 
 
Av. Senador Casemiro da Rocha, 609 - cjs 54/55/56 - 04047-001 - São Paulo – SP
Tel: (11) 2187-9355 Fax (11) 2187-9360.