Explosão em tubulação de gás fere três em SP
 

Publicado em 10/02/2014 às 10:50

 

Explosão em uma tubulação de gás deixa três pessoas feridas na esquina da Rua Augusta com a Alameda Jaú. (Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo)

 

Uma explosão em uma tubulação de gás feriu três pessoas na noite desta quinta-feira (6), na esquina Rua Augusta com a Alameda Jaú, na região dos Jardins, bairro nobre de São Paulo. Os feridos são funcionários da Eletropaulo que faziam reparos na rede elétrica subterrânea.

A Comgás, distribuidora de gás que atua em São Paulo, informou que os funcionários da Eletropaulo romperam um duto de gás, que estourou. A Eletropaulo apura as causas do acidente, como informou o Bom Dia São Paulo.

Os feridos receberam os primeiros socorros em um hotel perto local do acidente. Dois deles, em estado grave, sofreram queimaduras nas vias aéreas e foram levadas ao Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas. A terceira vítima teve ferimentos leves. Doze equipes foram mobilizadas.

As labaredas, que começaram por volta de 23h45, podiam ser vistas à distância. Vidros de imóveis vizinhos quebraram. Um caminhão da Eletropaulo também ficou queimado. A companhia de energia e a Comgás conseguiram conter o vazamento às 2h41. Para isso, foi aberto um buraco no asfalto.

O incidente chegou a bloquear totalmente a Alameda Jaú, a altura do número 2000, por volta de 2h30, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Em nota, a Comgás informou que o incidente ocorreu quando funcionários da Eletropaulo atingiram um ramal da Comgás, o que gerou o vazamento do gás e, consequentemente, as chamas.

A despachante aduaneira Márcia Regina Martins estava na varanda de um prédio, na Alameda Jaú, quando ouviu o barulho da explosão. “Eu vi o pessoal todo dando ré. O pessoal que estava estacionado virando na contramão. O pessoal saindo correndo e gritando do restaurante”, afirmou.

O tenente Mauro Brancalho, do Corpo de Bombeiros, afirmou que a perícia apontará o que provocou a explosão. “Essa tubulação ou já estava rompida ou rompeu naquele momento. Não dá para gente afirmar o que levou a esse vazamento. Esse vai ser um trabalho pericial. Sabemos que houve um vazamento com fogo e com vítima”, disse.

Na manhã desta sexta-feira (7), parte dos imóveis da Rua Jaú permaneciam sem energia elétrica. Técnicos da Eletropaulo trabalhavam para restabelecer o fornecimento.

 

Fonte: G1


A Zell Ambiental possui uma gama de equipamentos de última tecnologia para evitar este tipo de acidente. Nossos Detectores de Gás Inflamável Fixo da OLDHAM ou Sensitron auxiliam no monitoramento e prevenção de vazamentos de gás.

Os Detectores Portáteis de Gás devem ser utilizados antes de acessar as caixas e os chamados Pontos de Visitação (PV). Conheça nossa linha completa.

 

 

 

Outras Notícias

 
 
Para receber notícias sobre a Zell Ambiental, cadastre-se aqui:
 
 
 
     
 
 
 
     
 
 
     
         
EMPRESA SOLUÇÕES ÁREA TÉCNICA MIDIA CONTATO
A Zell Ambiental Análise de Gases (CEM's) Suporte Técnico Zell News Fale Conosco
Nossa História Análise de Metais em Água Serviços Feiras e Eventos SAZ (Serviço de Atendimento Zell)
Código de Conduta Análise de Oxigênio Treinamentos Na Mídia Trabalhe Conosco
Missão, visão, e valores Detecção de Gases Dicas
Nossas Pessoas Medição de Particulados Cases
Prêmios e Certificações Qualidade de Água
Responsabilidade Social Radiação não Ionizante
Catálogos
 
 
Av. Senador Casemiro da Rocha, 609 - cjs 54/55/56 - 04047-001 - São Paulo – SP
Tel: (11) 2187-9355 Fax (11) 2187-9360.